UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

FACULDADE DE EDUCAÇÃO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

 

CÍCERO MARCOS TEIXEIRA

 

EDUCAÇÃO DE PAIS GESTANTES: UMA PEDAGOGIA POSSÍVEL SEGUNDO O ESPIRITISMO COMO SABER EMERGENTE E EDUCAÇÃO INTEGRAL DO SER HUMANO

Tese apresentada ao Programa de Pós- graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, como requisito parcial para obtenção do título de Doutor em Educação.

 

Orientador: Prof. Dr. Nilton Bueno Fischer

Co-Orientador: Prof. Dr. José Roberto Goldim

Porto Alegre
2009

 

Resumo

A presente tese se apoiou num Projeto de Pesquisa em Ação, realizada entre os anos de 2003 a 2009, objetivando investigar a possibilidade de ocorrência de uma percepção sensorial e paranormal, e de intercomunicação materno-paterno-fetal durante a gestação. Constou de um estudo investigativo, qualitativo-quantitativo, com levantamento exploratório sobre a possibilidade ou não de ocorrência de percepção sensorial-motora e alguma percepção paranormal durante o período gestacional. O estudo contou com a participação voluntária de quatro grupos específicos: Grupo Educação de Pais Gestantes da Sociedade Beneficente Espírita Bezerra de Menezes em Porto Alegre; grupo participante através de meu site na Internet; grupo da Creche da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; e grupo de mulheres gestantes ou que já gestaram, moradoras de vilas populares da periferia de Porto Alegre. Os instrumentos de pesquisa foram: entrevistas individuais; questionários; e um Roteiro de Procedimentos para Pesquisa sobre Intercomunicação Materno-Paterno-Fetal. O aporte teórico se fundamentou na abordagem sistêmica, apoiada na epistemologia genética em uma perspectiva filosófico-científica, antropológica, geopolítico- sociocultural, admitindo-se o processo histórico-dialético como fonte geradora da emergência de novos saberes. Apresento o Espiritismo como “SABER EMERGENTE” e “Fonte de SABER”, contribuindo para a gênese de uma Filosofia de Educação Espírita, matriz geradora da Pedagogia Espírita e de uma POSSÍVEL Pedagogia de Educação de Pais Gestantes, propiciando a reeducação e preparação de pais gestantes ou candidatos à gestação, para o exercício vivencial da maternidade- paternidade com lucidez, autonomia e participação responsável, para a realização de uma Educação Integral, sem fundamentalismos excludentes. Os resultados da pesquisa fizeram-me constatar a possibilidade de ocorrência não só de uma percepção sensorial-motora, como também de uma percepção paranormal dos pais gestantes, em especial em relação às mães, indicando a ocorrência de uma possível “Intercomunicação Paranormal Materno-Patemo-Fetal”, durante o período de gestação. O resultado parcial significativo encorajou-me a sugerir a realização de novos projetos de pesquisa que possam comprovar a Intercomunicação Paranormal Materno-Paterno- Fetal durante o processo de gestação, com as múltiplas implicações para o conhecimento da realidade psicobiofísica e espiritual do ser humano, relacionadas com a complexidade inerente à Educação Integral e suas profundas repercussões no processo dialético, histórico, filosófico-científico, antropológico, geopolítico- sociocultural, ético e bioético, em permanente dinamismo cíclico e onto-epistemológico- genético.

Palavras-chave:intercomunicação materno-paterno-fetal; pedagogia espírita; educação de pais gestantes; saber emergente; epistemologia genética; abordagem sistêmica.

Powered by OrdaSoft!