O GEAE é um grupo virtual que atua na Internet com o objetivo de estudar diversos temas sob a visão da Doutrina Espírita e suas relações com as diversas áreas do conhecimento humano.

O grupo está aberto a participação de pessoas interessadas no conhecimento da vida com base no espiritismo codificado por Allan Kardec. Não faz parte dos objetivos do grupo qualquer tipo de proselitismo, ou de promover polêmica religiosa, científica ou filosófica com aqueles que têm convicções contrárias bem definidas. Seguimos o lema: "é preferível mil vezes um descrente do que um fanático".

 

Equipe Espiritual

Fenelon book Fénelon (mentor da equipe espiritual do GEAE)

 

"Estamos como sempre apoiando definitivamente o grande projeto da Terra Regenerada. Seguimos prontos a trabalhar a qualquer momento ao lado do Geae onde todos são bem-vindos irmanados nas palavras do Cristo: "Amai-vos uns aos outros". O nosso querido planeta Terra deve seguir seu destino de abrigo da prosperidade universal. Sejam Felizes...Fénelon"

Mensagem psicografada por Raul Franzolin Neto (nov. 2018)

 

 

 

 

Nossa História

O grupo surgiu em 15 de outubro de 1992 com a iniciativa de Raul Franzolin Neto, que na época se encontrava nos Estados Unidos, como um foro de discussão a respeito da Doutrina Espírita através de correio eletrônico. O aviso inicial para a criação do grupo foi distribuído pela lista Bras-net e desde então o Boletim GEAE passou a ser distribuído semanalmente, com um número sempre crescente de leitores. Quando do seu retorno ao Brasil, após o termino de seus estudos de pós-doutorado (Julho de 1993), Raul deixou o encargo da edição e distribuição dos Boletins para José Cid que também residia nos Estados Unidos fazendo estudos profissionais de PhD. José Cid quando retornou ao Brasil (Fevereiro de 1996), o GEAE passou a ser dirigido por um Conselho Editorial, continuando José Cid como editor-principal.

 

Conselho Editorial

Carlos Alberto Iglesia Bernardo - São Paulo, SP, Brasil

José Cid, Vancouver, Canadá

Raul Franzolin Neto - Pirassununga, SP, Brasil (Editor principal)

Renato Costa, Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Sérgio Freitas, Brasília, DF, Brasil

Antonio Leite, Nova Iorque, EUA

 

Origem do nome GEAE

Na época da formação do grupo (Outubro/1992), resolvi enviar uma mensagem à rede bras-net na internet, visando conhecer pessoas interessadas na doutrina espírita codificada por Allan Kardec. Como faria isso?

Com a melhor das intenções em mente e rogando ajuda do plano espiritual superior, sob as bençãos de Deus, entrei em reflexão durante alguns dias. Resolvi então, ao invés de enviar uma simples pergunta, encaminhar uma mensagem propondo a formação de um grupo com o propósito de estudar o Espiritismo. Tendo em vista que na época havia grandes polêmicas sobre diversos assuntos gerando discussões acaloradas e desrespeitosas, cheguei na conclusão que deveria deixar claro de imediato a intenção da formação de um grupo com muita organização, seriedade e respeitando a livre-pensamento de todos.

No início eu era um aprendiz com pouca intimidade com o correio eletrônico. Entretanto, logo percebi a dimensão e o imenso potencial que a rede de informática representaria num futuro breve, unindo pessoas no mundo inteiro num acesso fantástico à informação global. Visualizei o grande avanço tecnológico na comunicação mundial. Por outro lado, observei que a bras-net era um grande fórum de cientistas, pesquisadores, profissionais, estudantes, etc., já que a internet estava restrita às universidades e centros de pesquisas governamentais.

Tendo a convicção de que o Espiritismo é uma doutrina dinâmica em evolução constante, com informações relevantes ainda desconhecidas de nossa ciência atual, identifiquei a possibilidade de construir um grupo que fosse ao mesmo tempo humilde em seus objetivos (aspecto moral) e avançado em seus estudos (aspecto científico e filosófico) com debates racionais em todos os sentidos, com base na Codificação Espírita de Allan Kardec. A palavra "avançado" significa a própria EVOLUÇÃO infinita e, "estudos", o caminho da aprendizagem eterna do espírito. Estudos avançados significa desse modo, a busca da VERDADE.

Assim, surgiu o nome, GRUPO DE ESTUDOS AVANÇADOS ESPÍRITAS (GEAE). Evidentemente, isso não quer dizer que se trata de um grupo formado exclusivamente por pessoas com altos conhecimentos espíritas, mas sim, por aqueles que procuram o conhecimento maior sobre a vida. Portanto, para cumprirmos os objetivos do grupo e de seu próprio nome, devemos buscar, através de todos os meios possíveis, as informações sobre a Verdade da Vida, em todos os seus aspectos, moral, científico e filosófico, procurando seguir no caminho mais curto possível rumo a felicidade eterna. Imaginei que se assim conseguíssemos iniciá-lo, o GEAE iria crescer sempre, confiante de que a evolução é infinita e ninguém pode detê-la.

Que a inspiração recebida seja bem sucedida! (Raul Franzolin Neto)

 

Temas de interesses no GEAE

Não há uma limitação especifica para os temas que podem ser estudados, pois o Espiritismo envolve, além de todos campos do conhecimento humano, o desconhecido. O que basicamente delimita os estudos é a forma da abordagem dos temas, permanecendo-se no campo do mais amplo uso da razão, longe do sensacionalismo e da fé cega. São de interesse do grupo debates sobre a vida do ser humano na Terra desde o nascimento até a morte corporal e as suas consequências em continuidade após a morte, nos diversos planos espirituais. Não propomos violar a consciência de ninguém, deixando a cada um a liberdade para decidir sobre o que melhor lhe convém. Os simpatizantes dessa nossa visão são sempre bem-vindos a seguirem conosco na longa jornada evolutiva espiritual.

O Espiritismo não aceita derrogações das leis naturais a pretexto de intervenções divinas ou de supostos poderes mágicos. O que é desenvolvido com a doutrina espírita e, também é a linha seguida pelo grupo, é o estudo criterioso dos fatos e fenômenos relacionados às manifestações do Espírito humano, encarnado ou desencarnado e as leis que regem as relações entre os mundos material e espiritual.

Assim, não existe o sobrenatural no sentido próprio da palavra, mas somente fenômenos que estão sujeitos a leis naturais de um tipo diferente das que estamos habituados no dia-a-dia da vida material.